Categorias

Cinema e literatura

3 séries com e para mulheres fortes

25/09/2020 - Taíla Quadros
#As Telefonistas #Big Little Lies #Coisa Mais Linda #HBO #livro #Netflix #resenha #série

Coisa mais linda

 

"Uma mulher chega ao Rio dos anos 50 para encontrar o marido e descobre que foi abandonada. Em vez de sofrer, ela decide ficar na cidade e abrir um clube de bossa nova."

 

 

A gente sabe que as sinopses da Netflix não são lá essas coisas, então, vamos lá.

 

A série começa em 1950 quando Malu, uma de nossas protagonistas vai de São Paulo ao Rio de Janeiro encontrar o seu marido que estava preparando o restaurante que eles iriam abrir. Ao chegar ela descobre que o marido fugiu e a deixou sem dinheiro e com um lugar caindo aos pedaços. Como uma boa mulher de família rica que nunca passou necessidade na vida, ela desmorona. Nessa situação ela conhece Adélia, mulher da periferia que trabalha como empregada doméstica. Nessa história também conhecemos Lígia, amiga de infância de Malu, e Thereza, cunhada de Lígia.

 

Essas mulheres fazem a diferença por onde passam e passam por muitas barras também. Porque, né, ser mulher é estar sempre na luta. Mas, apesar das dificuldades e de muitas realidades duras, a série é linda, com ótimas trilhas sonoras e essas mulheres são tudo para mim.

 

A série já tem duas temporadas disponíveis na Netflix e super recomendo.

 

Com um elenco desses, não tem como perder

 

Big Little Lies

 

"A história acompanha três mulheres que moram na cidade de Monterey, na Califórnia, cujas vidas se conectam de uma maneira inesperada depois que seus filhos se envolvem em um caso de bullying e agressão de dentro da escola, o que acaba revelando segredos obscuros de cada família."

 

 

Disponível na HBO, Big Little Lies é baseada no livro de mesmo nome, a série traz nomes de peso e que só por esse elenco você deveria assistir: Reese Witherspoon, Nicole Kidman, Shailene Woodley, Zoë Kravitz, Laura Dern e Meryl Streep. Está bom para você, @? Para mim foi ótimo. A série traz mistério e tensão em todos os episódios e tem interpretações simplesmente maravilhosas. Novamente temos temas fortes enfrentados pelas mulheres “comuns” (muitas vezes achamos que as coisas só acontecem muito distantes de nós e da família tradicional). Ninguém aqui é completamente perfeito como aparenta ser e cada revelação te faz ficar ainda mais ligado à série. Maratonei as duas temporadas em menos de uma semana.

 

Recomendadíssima.

 

Para comprar o livro, clique aqui.

 

 

Que time, hein, Brasil!

 

As Telefonistas

 

"Na Madri dos anos 20, quatro amigas vivem a revolução dos costumes ao entrar na força de trabalho e lidar com namoros e amizades longe de casa."

 

 

Essa eu ainda não terminei de assistir, então bora assistirmos juntas?

 

Ainda estou na primeira temporada, mas não pude deixar de falar dessa série para vocês. Alba, Angeles, Carlota e Marga, são quatro mulheres que se conhecem quando vão trabalhar como telefonistas em uma empresa de telecomunicações nos anos 20. Os conflitos da vida de cada uma, que são mulheres com vivências e histórias completamente diferentes, são extremamente relevantes e pautas em nossas discussões até hoje. Estou simplesmente apaixonada e muito ansiosa para saber de tudo o que vai acontecer.

 

A série está na quinta temporada e está disponível na Netflix.

 

Quer ficar por dentro de todas as resenhas do Prateleira? Clica aqui e te cadastra. 

comentários
talvez você também goste
Publicidade
Facebook
Mais Lidos