Categorias

Resenhas

Uma curva na estrada

06/06/2017 - Taíla Quadros
#amor #editora arqueiro #livro #Nicholas Sparks #resenha #romance

SINOPSE: A vida do subxerife Miles Ryan parecia ter chegado ao fim no dia em que sua esposa morreu. Missy tinha sido seu primeiro amor, a namorada de escola que se tornara a companheira de todos os momentos, a mulher sensual que se mostrara uma mãe carinhosa. Uma noite Missy saiu para correr e não voltou. Tinha sido atropelada numa rua perto de casa. As investigações da polícia nada revelaram. Para Miles, esse fato é duplamente doloroso; além de enfrentar o sofrimento de perder a esposa, ele se culpa por não ter descoberto o motorista que a atropelou e fugiu sem prestar socorro. Dois anos depois, ele ainda anseia levar o criminoso à justiça. É quando conhece Sarah Andrews. Professora de seu filho, Jonah, ela se mudou de Baltimore para New Bern na expectativa de refazer sua vida após o divórcio. Sarah logo percebe a tristeza nos olhos do aluno e, em seguida, nos do pai dele. Sarah e Miles começam a se aproximar e, em pouco tempo, estão rindo juntos e apaixonados. Mas nenhum dos dois tem ideia de que um segredo os une e os obrigará a tomar uma decisão difícil, que pode mudar suas vidas para sempre. Em Uma curva na estrada, Nicholas Sparks escreve com incrível intensidade sobre as difíceis reviravoltas da vida e sua incomparável doçura. Um livro sobre as imperfeições do ser humano, os erros que todos cometemos e a alegria que experimentamos quando nos permitimos amar.

 

 

Um pouco de romance não faz mal a ninguém, não é verdade? Então aí vai mais uma resenha de um livro do Nicholas Sparks. Aqui temos aquela linha da mocinha que sofreu uma grande decepção e foi morar em uma cidade do interior para esquecer de tudo que passou (pagar um psicólogo, ninguém quer né). O que eu acho meio difícil de aceitar, porque a sua tristeza e os pensamentos acompanham a gente onde a gente for, não? Mas concordo que é sempre bom mudar de ares, sim. Enfim, Sarah é uma professora fofa que vai conversar com Miles, pai de um de seus alunos sobre as dificuldades do garoto na escola. Ali já começa a rolar um clima, mas como sempre, nem tudo são flores. Miles é viúvo e está superando a perda, porém ele ainda não tem todas as respostas sobre a morte de sua esposa, e aí que muitas águas vão rolar, caros leitores.

 

O livro é narrado em terceira pessoa para falar de Sarah e Miles, mas entre os capítulos existe um narrado em primeira pessoa que tem as respostas que Miles tanto procura e é claro que a gente vai ficar sabendo quem é ele quase no fim do livro. Eu admito para vocês que não me aguentei e fui lendo só essas partes até descobrir quem era, para então voltar a ler o livro na cronologia certa. Sorry, não lido muito bem com expectativas. :p

 

Como todos os livros do Nicholas, rolou aquela famosa vontadezinha de chorar e também a torcida para o casal superar todas as dificuldades. E aí, como você acha que acabou essa história?

 

Uma curva na estrada - Nicholas Sparks - 304 páginas - Editora Arqueiro

Quer ficar por dentro de todas as resenhas do Prateleira? Clica aqui e te cadastra. 

comentários
talvez você também goste
Publicidade
Facebook
Mais Lidos