Categorias

Resenhas

O Papai é pop - Resenha

23/05/2017 - Taíla Quadros
#Editora Belas Letras #livro #Marcos Piangers #parceria #resenha

Familia, ê! Família, ah! Família!

 

Quando eu falei do livro O Papai é Pop 2, na sequência já teve livro da Mamãe é Rock e dessa vez não vai ser diferente. Você já conferiu a resenha do livro Mãe sem Manual e agora vai conferir a resenha do livro O Papai é Pop. Sim, eu sei, esse é o primeiro livro. E, sim, eu li o livro 2 antes do 1. Acontece gente, pequenas loucuras da vida. :P

 

SINOPSE: Então, você vai ser pai. Você sabe que precisa comprar uma casa maior. Tem que ter mais espaço pra criança. Tem que ter mais um quarto no apartamento. Tem que ter um berço novo, não pode ser aquele que a vizinha se dispôs a emprestar. Então você sabe que tem que trocar de carro, com seis airbags, no mínimo, ar-condicionado de fábrica. O que o humorista Marcos Piangers descobriu ao ser pai jovem é que essas preocupações não fazem diferença nenhuma. O que vale mesmo não é pagar pela melhor creche, se você é o último a buscar seus filhos. Não é comprar os melhores brinquedos, porque as crianças gostam mesmo é das brincadeiras que não custam nada. No fundo, o que importa mesmo, como os textos divertidos e emocionantes de O Papai é Pop mostram, é você estar com seus filhos, não pensando em outra coisa, mas estar lá. De verdade.

 

Títulos que nos fazem pensar em tudo

 

Relaxem o livro é composto de crônicas, então tudo bem se ler fora de ordem, as doses de amor e fofura vão estar lá te esperando.

 

Ilustrações amorzinho <3

 

Os livros da série O Papai é Pop são compostos de histórias e reflexões do autor, Marcos Piangers, sobre a criação das suas duas filhas Aurora e Anita. As histórias são muito bonitas e sempre trazem a reflexão do que é ser pai, do que é o amor, do que é estar junto com aquele serzinho e como isso transforma a nossa vida.

 

Talvez eu esteja bem longe de entender isso ainda, mas se eu fiquei tão tocada com as palavras dele, imagina que delícia deve ser para quem já tem filhos. Mas, por outro lado, todos somos filhos, não é? Sempre vi rolar alguma identificação, sem contar que a escrita do Piangers é muito boa de ler, flui tão rápido que você quer ler mais e mais.

 

Será que vai melhorar?

 

Fica a dica, gente!

 

Melhor resposta!

 

O Papai é pop - Marcos Piangers - 105 páginas - Editora Belas Letras

Quer ficar por dentro de todas as resenhas do Prateleira? Clica aqui e te cadastra. 

comentários
talvez você também goste
Publicidade
Facebook
Mais Lidos